Blog Urologia - Dr. Petronio Melo

Rezum Brasil: Tudo o que você precisa saber sobre esse tratamento revolucionário em urologia

rezum brasil

Index

Introdução

O que é o Rezum e sua importância na urologia

O Rezum é um tratamento inovador e minimamente invasivo utilizado para tratar a hiperplasia prostática benigna (HPB), uma condição comum em homens com mais de 50 anos, que provoca o aumento da próstata e pode levar a sintomas incômodos, como dificuldade para urinar e aumento da frequência urinária.

Desenvolvido nos Estados Unidos, o Rezum tem ganhado destaque mundial devido aos seus benefícios, que incluem menor tempo de recuperação, menos efeitos colaterais e preservação da função sexual em comparação a outros tratamentos mais invasivos. Nesse contexto, a técnica Rezum tem sido cada vez mais adotada na área de urologia, tornando-se uma opção eficaz e segura para tratar a HPB.

Rezum Brasil: uma opção em crescimento

Nos últimos anos, o Rezum tem se tornado cada vez mais popular no Brasil, à medida que profissionais de urologia e pacientes reconhecem os benefícios desse tratamento inovador. O crescente interesse pelo Rezum no país também é reflexo do investimento em infraestrutura médica e na capacitação de profissionais especializados para realizar o procedimento.

O papel da informação e conscientização

A busca por informações sobre o Rezum no Brasil tem crescido exponencialmente, demonstrando o interesse de pacientes e profissionais de saúde nesse tratamento. Além disso, ações educativas e campanhas de conscientização sobre a HPB e as opções de tratamento disponíveis, como o Rezum, têm sido fundamentais para aumentar a procura e a aceitação desse procedimento no país.

O impacto do Rezum na qualidade de vida dos pacientes

Os benefícios do Rezum têm sido amplamente documentados em estudos científicos e depoimentos de pacientes que se submeteram ao tratamento. No Brasil, o Rezum teve seu registro liberado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) em 2022 e, em breve, poderá impactar positivamente a qualidade de vida dos pacientes e reduzir os riscos associados a outros tratamentos mais invasivos para a HPB.

Em conclusão, a introdução do Rezum no Brasil tem representado uma grande evolução na área de urologia, oferecendo uma opção de tratamento eficaz, segura e minimamente invasiva para a HPB. À medida que a conscientização sobre essa terapia inovadora aumenta, espera-se que mais pacientes e profissionais de saúde considerem o Rezum como uma opção preferencial no tratamento da hiperplasia prostática benigna.

O que é Rezum?

A técnica por trás do Rezum

O Rezum é um tratamento minimamente invasivo que utiliza vapor de água para tratar a hiperplasia prostática benigna (HPB). O procedimento consiste na aplicação direta de vapor de água na próstata, causando a destruição das células prostáticas que estão provocando o aumento do órgão e, consequentemente, os sintomas relacionados à HPB.

A técnica do Rezum foi desenvolvida com base na terapia de ablação por vapor convectivo, que utiliza a energia do vapor de água para eliminar tecidos excedentes sem a necessidade de cirurgia aberta ou incisões. O tratamento é realizado através de um cateter fino, que é inserido no canal da uretra até alcançar a próstata.

Objetivos do tratamento Rezum

O principal objetivo do tratamento Rezum é aliviar os sintomas da HPB, melhorando a qualidade de vida dos pacientes. Ao eliminar as células prostáticas em excesso, o Rezum reduz o tamanho da próstata e alivia a pressão sobre a uretra, facilitando a passagem da urina e diminuindo sintomas como dificuldade para urinar, aumento da frequência urinária e urgência urinária.

Além de proporcionar alívio sintomático, o Rezum busca preservar a função sexual dos pacientes, reduzir o tempo de recuperação e minimizar os efeitos colaterais em comparação com outros tratamentos mais invasivos para a HPB, como a cirurgia a laser ou a ressecção transuretral da próstata (RTUP).

Como o vapor de água trata a HPB

O Rezum utiliza vapor de água aquecido a uma temperatura de aproximadamente 103 graus Celsius. Quando o vapor entra em contato com o tecido prostático, ele se condensa e libera sua energia térmica, causando a morte celular das células prostáticas em excesso. Este processo é chamado de ablação por vapor convectivo.

O vapor de água é aplicado em pequenas quantidades e de maneira controlada, garantindo que apenas as áreas afetadas pela HPB sejam tratadas, preservando os tecidos saudáveis adjacentes e minimizando os riscos de danos a outras estruturas importantes, como os nervos e vasos sanguíneos.

Tempo e duração do procedimento

O procedimento Rezum é geralmente realizado em ambiente ambulatorial, sob anestesia local ou sedação, e tem uma duração média de 15 a 30 minutos. Em muitos casos, os pacientes podem retornar às suas atividades normais no mesmo dia ou no dia seguinte ao tratamento.

Recuperação e acompanhamento

Após o tratamento Rezum, os pacientes devem seguir as orientações médicas para garantir uma recuperação adequada. Pode ser necessário o uso temporário de um cateter para auxiliar na eliminação da urina enquanto a próstata cicatriza. Além disso, os pacientes devem se submeter a consultas de acompanhamento para monitorar a evolução do tratamento e a redução dos sintomas.

Benefícios do Rezum

Menos invasivo em comparação com outros tratamentos para HPB

Um dos principais benefícios do Rezum é ser menos invasivo em comparação com outros tratamentos para a HPB, como a cirurgia a laser ou a ressecção transuretral da próstata (RTUP). O procedimento é realizado através de um cateter fino, sem a necessidade de incisões cirúrgicas, o que reduz o risco de complicações e torna o tratamento mais seguro e menos doloroso.

Tempo de recuperação mais curto e menos efeitos colaterais

O Rezum proporciona um tempo de recuperação mais curto em comparação com outros tratamentos invasivos para a HPB. Em muitos casos, os pacientes podem retomar suas atividades normais no mesmo dia ou no dia seguinte ao tratamento. Além disso, o Rezum apresenta menos efeitos colaterais do que outros procedimentos, como sangramento, infecção ou incontinência urinária.

Preservação da função sexual

A preservação da função sexual é um aspecto fundamental para a qualidade de vida dos pacientes e um dos principais benefícios do Rezum. Como o tratamento utiliza vapor de água para eliminar seletivamente as células prostáticas em excesso, os tecidos saudáveis adjacentes e as estruturas importantes para a função sexual, como os nervos e vasos sanguíneos, são preservados, reduzindo o risco de disfunção erétil e ejaculação retrógrada.

Resultados eficazes a longo prazo

Estudos clínicos têm demonstrado que o Rezum oferece resultados eficazes e duradouros no tratamento da HPB. Em um estudo publicado no Journal of Urology, os pacientes tratados com Rezum apresentaram uma melhoria significativa nos sintomas e na qualidade de vida após dois anos de acompanhamento. Além disso, outros estudos mostram que o Rezum mantém sua eficácia a longo prazo, com redução dos sintomas da HPB por até cinco anos após o tratamento.

Menor impacto na rotina dos pacientes

Devido à natureza minimamente invasiva do Rezum e ao tempo de recuperação mais curto, os pacientes geralmente experimentam um menor impacto em suas rotinas diárias. Isso significa que eles podem retornar rapidamente às suas atividades normais, incluindo trabalho e hobbies, sem a necessidade de um longo período de repouso e recuperação.

Custo-benefício

O Rezum também apresenta um bom custo-benefício quando comparado a outros tratamentos mais invasivos para a HPB. Como o procedimento é realizado em ambiente ambulatorial e requer menos recursos e tempo de internação, os custos associados ao tratamento e à recuperação podem ser significativamente menores.

Em conclusão, os benefícios do Rezum no tratamento da hiperplasia prostática benigna incluem a natureza menos invasiva do procedimento, o tempo de recuperação mais curto, a preservação da função sexual, a eficácia a longo prazo, o menor impacto na rotina dos pacientes e o bom custo-benefício em comparação com outros tratamentos invasivos para a HPB. Essas vantagens tornam o Rezum uma opção atrativa e eficiente para pacientes e médicos, proporcionando alívio dos sintomas e melhorando a qualidade de vida dos pacientes afetados pela hiperplasia prostática benigna.

Como é realizado o procedimento Rezum no Brasil?

Consulta inicial e avaliação médica

O primeiro passo para realizar o tratamento Rezum no Brasil é agendar uma consulta com um urologista especializado em HPB. Durante a consulta, o médico avaliará o histórico médico do paciente, realizará exames físicos e solicitará exames complementares, como ultrassonografia e exame de sangue, para determinar a gravidade da condição e a adequação do paciente para o tratamento Rezum.

Preparação para o procedimento

Após a confirmação de que o paciente é elegível para o tratamento Rezum, o médico fornecerá orientações específicas sobre a preparação para o procedimento. Isso pode incluir a suspensão temporária de alguns medicamentos, como anticoagulantes e anti-inflamatórios, bem como a realização de exames adicionais, como o PSA (Antígeno Prostático Específico), se necessário.

Realização do procedimento Rezum

O procedimento Rezum é geralmente realizado em ambiente ambulatorial, sob anestesia local ou sedação leve. O paciente é posicionado de forma confortável e o médico introduz um cateter fino através da uretra até alcançar a próstata. Em seguida, o vapor de água é aplicado diretamente no tecido prostático em excesso, causando a destruição das células e a redução do tamanho da próstata.

O tratamento Rezum dura em média de 15 a 30 minutos, variando de acordo com a quantidade de vapor aplicada e o tamanho da próstata. Após a conclusão do procedimento, o cateter é removido e o paciente é encaminhado para a sala de recuperação.

Recuperação pós-procedimento

A recuperação do tratamento Rezum é geralmente rápida e com poucos efeitos colaterais. Em muitos casos, os pacientes podem retornar às suas atividades normais no mesmo dia ou no dia seguinte ao tratamento. No entanto, pode ser necessário o uso temporário de um cateter para auxiliar na eliminação da urina enquanto a próstata cicatriza.

Os pacientes devem seguir as orientações médicas para garantir uma recuperação adequada, incluindo a ingestão de líquidos, o uso de medicamentos prescritos e a restrição de atividades físicas intensas por um curto período. Além disso, os pacientes devem se submeter a consultas de acompanhamento para monitorar a evolução do tratamento e a redução dos sintomas da HPB.

Cobertura por planos de saúde e custos

A cobertura do tratamento Rezum por planos de saúde no Brasil pode variar de acordo com a operadora e o plano contratado. É importante verificar junto à sua operadora de plano de saúde se o procedimento é coberto e quais são os custos associados. Para pacientes sem cobertura de plano de saúde, o custo do tratamento Rezum deve ser discutido com o médico responsável e o centro médico onde o procedimento será realizado.

Em resumo, o procedimento Rezum no Brasil envolve uma consulta inicial e avaliação médica, preparação para o tratamento, realização do procedimento em ambiente ambulatorial, recuperação pós-procedimento e acompanhamento médico. A disponibilidade e acessibilidade do tratamento estão crescendo no país, tornando-se uma opção eficaz e minimamente invasiva para pacientes com hiperplasia prostática benigna.

Custos e cobertura de convênios no Brasil

Comparação de custos entre o Rezum e outros tratamentos

O custo do tratamento Rezum pode variar dependendo de diversos fatores, como a localização do centro médico, a experiência do médico e a complexidade do caso. No entanto, em geral, o Rezum tende a ser mais econômico quando comparado a outros tratamentos para HPB, como a cirurgia a laser ou a ressecção transuretral da próstata (RTUP).

Uma das principais razões para a diferença de custo é que o Rezum é um procedimento ambulatorial, o que significa que não há necessidade de internação hospitalar. Além disso, o tempo de recuperação mais curto e a redução dos efeitos colaterais podem diminuir os custos indiretos relacionados à perda de produtividade e necessidade de tratamentos adicionais.

É importante lembrar que, embora o Rezum possa ser mais acessível do que outras opções de tratamento, a decisão sobre qual procedimento realizar deve ser baseada na avaliação médica individualizada e na consideração dos riscos e benefícios de cada tratamento.

Cobertura de convênios e planos de saúde para o procedimento Rezum

Para verificar se o seu plano de saúde cobre o tratamento Rezum, é importante entrar em contato com a sua operadora e solicitar informações específicas sobre a cobertura do procedimento. Além disso, é fundamental conversar com o médico responsável pelo tratamento para obter informações detalhadas sobre os custos envolvidos e possíveis alternativas de tratamento, caso o Rezum não seja coberto pelo seu plano.

Custos para pacientes sem plano de saúde

Para pacientes que não possuem plano de saúde ou cujos planos não cobrem o tratamento Rezum, é importante discutir os custos com o médico responsável e o centro médico onde o procedimento será realizado. Muitas vezes, é possível negociar condições de pagamento ou buscar alternativas de financiamento para tornar o tratamento mais acessível.

Busca por profissionais e centros médicos especializados

Ao buscar tratamento para a HPB, é crucial encontrar um profissional qualificado e experiente, bem como um centro médico especializado em urologia. Investir em um tratamento de qualidade pode reduzir o risco de complicações e melhorar os resultados a longo prazo, além de evitar gastos adicionais com tratamentos futuros.

Perguntas frequentes sobre Rezum

O tratamento Rezum é doloroso?

O tratamento Rezum é realizado sob anestesia local ou sedação leve, o que significa que o paciente geralmente não sente dor durante o procedimento. Após o tratamento, é comum sentir um leve desconforto na área tratada, que geralmente diminui em poucos dias. O médico pode prescrever medicamentos para aliviar a dor e o desconforto durante a recuperação.

Quanto tempo dura a recuperação após o tratamento Rezum?

A recuperação após o tratamento Rezum é geralmente mais rápida do que a recuperação de outros tratamentos invasivos para HPB. Muitos pacientes podem retomar suas atividades normais no mesmo dia ou no dia seguinte ao tratamento. No entanto, é importante seguir as orientações médicas para garantir uma recuperação adequada e evitar complicações.

Quais são os possíveis efeitos colaterais do tratamento Rezum?

Os efeitos colaterais do tratamento Rezum são geralmente leves e temporários. Alguns dos efeitos colaterais mais comuns incluem dor ou desconforto na área tratada, sangramento leve, inchaço e irritação na uretra, e dificuldade temporária para urinar. Esses efeitos colaterais geralmente desaparecem em poucos dias ou semanas após o tratamento. É importante informar o médico se os efeitos colaterais persistirem ou piorarem.

O tratamento Rezum afeta a função sexual?

Uma das principais vantagens do tratamento Rezum em comparação com outros tratamentos para HPB é a preservação da função sexual. O tratamento Rezum tem como objetivo reduzir o tamanho da próstata sem afetar os nervos e tecidos responsáveis pela função sexual. Embora o risco de disfunção erétil e ejaculação retrógrada seja menor com o Rezum do que com outros tratamentos, é importante discutir qualquer preocupação com o médico antes de realizar o procedimento.

O tratamento Rezum é indicado para todos os pacientes com HPB?

O tratamento Rezum pode ser uma opção eficaz para muitos pacientes com HPB, mas nem todos são candidatos ideais para o procedimento. A indicação do Rezum depende da gravidade dos sintomas, do tamanho da próstata e de outros fatores, como a presença de outras condições médicas. A consulta com um urologista é fundamental para determinar a melhor abordagem terapêutica para cada caso específico.

Qual é a eficácia a longo prazo do tratamento Rezum?

Estudos mostram que o tratamento Rezum é eficaz na redução dos sintomas da HPB a longo prazo, com muitos pacientes experimentando melhorias significativas por até cinco anos após o procedimento. No entanto, é importante lembrar que a resposta ao tratamento pode variar de paciente para paciente e que o acompanhamento médico regular é essencial para garantir a eficácia contínua do tratamento.

O tratamento Rezum está disponível em todas as regiões do Brasil?

O tratamento Rezum está se tornando cada vez mais disponível em várias regiões do Brasil à medida que mais médicos e centros médicos passam a adotar a técnica. No entanto, pode ser necessário pesquisar e entrar em contato com diferentes profissionais e clínicas para encontrar um local que ofereça o tratamento Rezum próximo a você.

O Rezum substitui a necessidade de cirurgia?

O tratamento Rezum pode ser uma alternativa eficaz à cirurgia para muitos pacientes com HPB. No entanto, a decisão sobre qual tratamento realizar depende da gravidade dos sintomas, do tamanho da próstata e de outras condições médicas que possam estar presentes. A consulta com um urologista é essencial para determinar a melhor abordagem terapêutica para cada caso específico.

Como saber se o tratamento Rezum é a melhor opção para mim?

A melhor maneira de determinar se o tratamento Rezum é a opção mais adequada para você é consultando um urologista especializado em HPB. Durante a consulta, o médico avaliará seus sintomas, histórico médico e outros fatores relevantes para recomendar a abordagem terapêutica mais apropriada.

Em conclusão, o tratamento Rezum é uma opção revolucionária e minimamente invasiva para pacientes com hiperplasia prostática benigna. Este artigo abordou as perguntas frequentes sobre o procedimento, fornecendo informações úteis para pacientes e leitores interessados. Para obter mais informações e orientações personalizadas, é fundamental consultar um urologista especializado em HPB.

Conclusão

Recapitulando os principais pontos sobre o tratamento Rezum

Ao longo deste artigo, exploramos o tratamento Rezum, uma abordagem revolucionária e minimamente invasiva para o tratamento da hiperplasia prostática benigna (HPB). Discutimos como o Rezum utiliza vapor de água para reduzir o tamanho da próstata, melhorando os sintomas da HPB com menos riscos e efeitos colaterais do que outros tratamentos invasivos.

Entre os principais benefícios do Rezum, destacamos:

  • Menor invasividade em comparação com outros tratamentos para HPB.
  • Tempo de recuperação mais curto e menos efeitos colaterais.
  • Preservação da função sexual.
  • Resultados eficazes a longo prazo.

Além disso, abordamos a disponibilidade e acessibilidade do tratamento no Brasil, as informações sobre custos e cobertura de convênios e planos de saúde, e respondemos às perguntas frequentes sobre o procedimento.

A importância de buscar orientação médica

Embora o tratamento Rezum possa ser uma opção eficaz e menos invasiva para muitos pacientes com HPB, é crucial buscar a orientação de um urologista especializado antes de tomar qualquer decisão. Cada paciente é único e pode ter necessidades e considerações específicas que devem ser levadas em conta ao escolher o tratamento adequado.

Ao consultar um urologista, você receberá informações personalizadas sobre suas condições médicas, o tamanho da sua próstata, a gravidade dos sintomas e outras questões relevantes para determinar se o Rezum é a melhor opção para o seu caso. Além disso, o médico poderá fornecer informações detalhadas sobre os custos, coberturas de convênios e planos de saúde, e as clínicas e hospitais onde o tratamento está disponível no Brasil.

Um futuro promissor para o tratamento da HPB

O tratamento Rezum é um avanço significativo no campo da urologia, oferecendo uma alternativa menos invasiva e eficaz para o tratamento da HPB. À medida que mais médicos e centros médicos no Brasil adotam essa técnica, espera-se que mais pacientes possam se beneficiar dos resultados positivos a longo prazo e da preservação da função sexual.

Se você está interessado no tratamento Rezum ou gostaria de saber mais sobre suas opções para o tratamento da HPB, encorajamos você a entrar em contato com um urologista especializado. A orientação médica é essencial para garantir que você tome a decisão mais informada e adequada para o seu caso, melhorando sua qualidade de vida e saúde geral.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Categorias
urologista

Dr. Petronio Melo

CRM-SP 157.598 – RQE 70.725

  • Doutorado pela Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo (USP)
  • Certificação em Cirurgia Robótica pela Intuitive Surgical
  • Membro da American Urological Association (AUA)
  • Membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU)

DÚVIDAS?

Categorias
urologista

Dr. Petronio Melo

CRM-SP 157.598

– Urologista, Andrologista e Cirurgião Robótico

– Certificação em Cirurgia Robótica pela Intuitive Surgical (Sunnyvale, Califórnia, EUA).

– Doutorado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)

DÚVIDAS?

Agende com um especialista

Não espere mais para melhorar sua qualidade de vida.

Se você se identifica com os sintomas da hiperplasia prostática benigna (HPB) e está interessado em explorar opções de tratamento menos invasivas e eficazes, como o Rezum, chegou a hora de agir. O tratamento Rezum pode melhorar significativamente sua qualidade de vida, reduzindo os sintomas da HPB e preservando sua função sexual.

Entre em contato com o Dr. Petronio Melo. Como urologista especializado, o Dr. Petronio está comprometido em ajudar seus pacientes a encontrar as melhores soluções para suas necessidades. Se você deseja obter mais informações sobre o tratamento Rezum e verificar se é a opção certa para você, convido você a entrar em contato com nosso consultório.

Ao agendar uma consulta em meu consultório, você receberá uma avaliação completa e personalizada, levando em consideração seus sintomas, histórico médico e preferências de tratamento. Juntos, podemos analisar as opções de tratamento disponíveis, incluindo o revolucionário tratamento Rezum, e determinar a melhor abordagem terapêutica para o seu caso.

Não deixe que os sintomas da HPB afetem sua qualidade de vida e saúde geral. Entre em contato com o consultório do Dr. Petronio Melo hoje mesmo e dê o primeiro passo em direção a uma vida mais saudável e confortável. Estou ansioso para ajudá-lo a encontrar a melhor solução para suas necessidades e garantir que você receba o tratamento adequado e eficaz para a HPB.

Atendimento com Urologista

Entre em contato e agende a sua consulta 

São Paulo - SP

R. Domingos de Morais, 2187, Bloco Paris – conj. 210
Vila Mariana, CEP 04035-000

Atendimento online

Horário de atendimento: 08:00 às 20:00
consultorio urologia vila mariana

São Paulo, SP

Consulta presencial

favicon petronio melo

Telemedicina

Consulta online