Blog Urologia - Dr. Petronio Melo

Rezum vs. RTU de próstata [Parte 1]: Comparando funcionamento, benefícios e riscos

rezum vs rtu de prostata

Index

Rezum vs RTU de próstata – Parte 1: Nesse primeiro artigo sobre esse tema, discutiremos e faremos a comparação do funcionamento, benefícios e riscos de cada método de tratamento para a hiperplasia prostática benigna (HPB).

Como funciona o tratamento Rezum?

O tratamento Rezum é uma técnica relativamente nova para o tratamento da HPB, também conhecida como aumento da próstata. O procedimento foi aprovado pelo FDA em 2015 e tem ganhado popularidade desde então. Mas como exatamente funciona o tratamento Rezum? Vamos ver:

Como a energia da água é utilizada no procedimento Rezum?

Durante o procedimento Rezum, um dispositivo chamado gerador de energia é inserido na uretra do paciente e posicionado perto da próstata. O gerador de energia utiliza a energia da água para gerar vapor terapêutico, que é então aplicado diretamente nas áreas da próstata que estão causando problemas de fluxo urinário.

O vapor é injetado na próstata usando uma agulha especial, que é inserida através do gerador de energia. A temperatura do vapor é alta o suficiente para destruir o tecido prostático aumentado, mas baixa o suficiente para evitar danificar tecidos saudáveis próximos à próstata.

Quais são os benefícios do uso da energia da água no tratamento Rezum?

O uso da energia da água no tratamento Rezum oferece várias vantagens. Em comparação com outros tratamentos para a HPB, o Rezum é menos invasivo e mais rápido de realizar. O procedimento é geralmente realizado em consultório médico e pode ser feito sob anestesia local.

Outra vantagem do tratamento Rezum é que ele não requer a remoção de tecido prostático. Ao contrário da RTU de próstata, que envolve a remoção do tecido prostático aumentado através da raspagem, o Rezum destrói o tecido prostático usando vapor terapêutico.

Quais são os possíveis efeitos colaterais do tratamento Rezum?

Os efeitos colaterais do tratamento Rezum são geralmente leves e de curta duração. Alguns pacientes podem sentir uma urgência maior para urinar logo após o procedimento, mas isso geralmente desaparece dentro de algumas semanas. Também é comum experimentar alguma dor ou desconforto durante a micção nas primeiras semanas após o procedimento.

Quem é um bom candidato para o tratamento Rezum?

O tratamento Rezum pode ser uma boa opção para homens com sintomas leves a moderados de HPB que não foram aliviados com medicamentos. É importante discutir as opções de tratamento com seu médico para determinar se o Rezum é a escolha certa para você.

Como o tratamento Rezum se compara a outras opções de tratamento para a HPB?

O tratamento Rezum tem sido comparado a outras opções de tratamento para a HPB, como a RTU de próstata e a terapia com laser verde. Estudos mostraram que o Rezum oferece resultados semelhantes à RTU de próstata e à terapia com laser verde, mas com menos efeitos colaterais e um tempo de recuperação mais rápido. A terapia com laser verde pode levar mais tempo para aliviar os sintomas da HPB, mas pode ser uma boa opção para pacientes com próstatas maiores. A RTU de próstata ainda é amplamente utilizada e pode ser mais adequada para pacientes com próstatas muito grandes ou com problemas mais graves de HPB.

É importante discutir suas opções de tratamento com seu médico para determinar qual opção é a melhor para você. Se você está considerando o tratamento Rezum, certifique-se de discutir as possíveis vantagens e desvantagens do tratamento com seu médico e perguntar sobre sua experiência com o procedimento. Com a orientação adequada, você pode tomar uma decisão informada sobre qual tratamento é melhor para você e sua condição.

Como funciona a RTU de próstata?

A ressecção transuretral da próstata (RTU) é um procedimento comum para o tratamento da hiperplasia prostática benigna (HPB), também conhecida como aumento da próstata. É uma técnica minimamente invasiva que envolve a remoção do tecido prostático aumentado através da raspagem. Aqui está uma explicação mais detalhada sobre como a RTU de próstata funciona:

O que é a RTU de próstata?

A ressecção transuretral da próstata (RTU) é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo que é usado para remover o tecido prostático aumentado que está causando problemas de fluxo urinário. Durante o procedimento, um instrumento chamado ressectoscópio é inserido na uretra do paciente e avançado até a próstata.

Como a RTU de próstata é realizada?

O ressectoscópio contém uma lâmina de corte elétrica que é usada para remover o tecido prostático aumentado através da raspagem. O médico guia o ressectoscópio pela próstata, removendo pequenos pedaços de tecido à medida que avança.

Durante o procedimento, o médico também pode usar um líquido de irrigação para limpar o campo de operação e ajudar a melhorar a visibilidade. O líquido de irrigação é absorvido pela corrente sanguínea e eliminado pelos rins.

Quais são os benefícios da RTU de próstata?

A RTU de próstata é um procedimento altamente eficaz para aliviar os sintomas da HPB e melhorar o fluxo urinário. É uma técnica minimamente invasiva que geralmente é realizada em consultório médico e não requer hospitalização prolongada. Os pacientes geralmente podem retornar às suas atividades normais dentro de algumas semanas após o procedimento.

Quais são os possíveis efeitos colaterais da RTU de próstata?

A RTU de próstata é geralmente considerada segura, mas existem alguns riscos associados ao procedimento. Os efeitos colaterais comuns incluem sangramento, dor e dificuldade para urinar. Alguns pacientes podem experimentar problemas de ejaculação ou impotência após o procedimento. Também existe um risco de infecção ou danos na uretra.

Quem é um bom candidato para a RTU de próstata?

A RTU de próstata é uma boa opção para pacientes com sintomas graves de HPB que não foram aliviados com medicamentos. É importante discutir as opções de tratamento com seu médico para determinar se a RTU de próstata é a escolha certa para você.

Como a RTU de próstata se compara ao tratamento Rezum?

Em comparação com o tratamento Rezum, a RTU de próstata é um procedimento mais invasivo que envolve a remoção do tecido prostático aumentado através da raspagem. Embora a RTU de próstata seja altamente eficaz, ela pode estar associada a um tempo de recuperação mais longo e um risco maior de efeitos colaterais. Alguns pacientes também podem experimentar complicações a longo prazo, como problemas de ejaculação ou impotência. No entanto, a RTU de próstata ainda é amplamente utilizada e pode ser mais adequada para pacientes com próstatas muito grandes ou com problemas mais graves de HPB.

É importante discutir suas opções de tratamento com seu médico para determinar qual opção é a melhor para você. Se você está considerando a RTU de próstata, certifique-se de discutir as possíveis vantagens e desvantagens do tratamento com seu médico e perguntar sobre sua experiência com o procedimento. Com a orientação adequada, você pode tomar uma decisão informada sobre qual tratamento é melhor para você e sua condição.

Quais são os benefícios do tratamento Rezum?

O tratamento Rezum é uma técnica relativamente nova para o tratamento da hiperplasia prostática benigna (HPB), também conhecida como aumento da próstata. O procedimento foi aprovado pelo FDA em 2015 e tem ganhado popularidade desde então. Mas quais são os benefícios do tratamento Rezum em comparação com outras opções de tratamento para a HPB? Aqui estão algumas das vantagens do tratamento Rezum:

O tratamento Rezum é menos invasivo do que outras opções de tratamento

Uma das principais vantagens do tratamento Rezum é que ele é menos invasivo do que outras opções de tratamento para a HPB, como a RTU de próstata. O procedimento é geralmente realizado em consultório médico e pode ser feito sob anestesia local. Isso significa que o tempo de recuperação é mais rápido e o paciente pode retornar às suas atividades normais mais rapidamente.

O tratamento Rezum não envolve a remoção de tecido prostático

Ao contrário da RTU de próstata, que envolve a remoção do tecido prostático aumentado através da raspagem, o tratamento Rezum destrói o tecido prostático usando vapor terapêutico. Isso significa que o tratamento Rezum não requer a remoção de tecido prostático, o que pode ser um benefício para pacientes que desejam evitar procedimentos mais invasivos.

O tratamento Rezum oferece resultados duradouros

O tratamento Rezum oferece resultados duradouros e melhora significativamente os sintomas da HPB. Estudos mostraram que o tratamento Rezum pode melhorar o fluxo urinário e aliviar outros sintomas da HPB por até dois anos ou mais. Isso significa que os pacientes que passam pelo tratamento Rezum podem desfrutar de um alívio duradouro dos sintomas da HPB.

O tratamento Rezum tem menos efeitos colaterais do que outras opções de tratamento

O tratamento Rezum é geralmente considerado seguro e tem menos efeitos colaterais do que outras opções de tratamento para a HPB. Os efeitos colaterais mais comuns incluem uma urgência maior para urinar e alguma dor ou desconforto durante a micção nas primeiras semanas após o procedimento. Esses efeitos colaterais geralmente desaparecem dentro de algumas semanas.

O tratamento Rezum pode ser uma boa opção para pacientes com condições médicas subjacentes

O tratamento Rezum pode ser uma boa opção para pacientes com condições médicas subjacentes que podem tornar outras opções de tratamento menos seguras. Por exemplo, pacientes com problemas de coagulação sanguínea podem não ser bons candidatos para a RTU de próstata, mas ainda podem ser elegíveis para o tratamento Rezum.

O tratamento Rezum pode ser menos doloroso do que outras opções de tratamento

O tratamento Rezum é geralmente menos doloroso do que outras opções de tratamento para a HPB, como a RTU de próstata. O procedimento é geralmente bem tolerado pelos pacientes e muitos relatam sentir pouco ou nenhum desconforto durante ou após o procedimento.

Quais são as limitações do tratamento Rezum?

Embora o tratamento Rezum tenha muitos benefícios em comparação com outras opções de tratamento para a HPB, também há algumas limitações a considerar. Por exemplo, o tratamento Rezum pode não ser adequado para pacientes com próstatas muito grandes. Além disso, o tratamento pode levar mais tempo para aliviar os sintomas da HPB em comparação com outras opções de tratamento, como a terapia com laser verde.

Quais são os benefícios da RTU de próstata?

A ressecção transuretral da próstata (RTU) é um tratamento comum para a hiperplasia prostática benigna (HPB), também conhecida como aumento da próstata. Embora a RTU de próstata seja um procedimento invasivo, ele também oferece vários benefícios para os pacientes que sofrem de sintomas de HPB. Aqui estão algumas das vantagens da RTU de próstata:

A RTU de próstata é altamente eficaz

A RTU de próstata é um tratamento altamente eficaz para aliviar os sintomas da HPB. Durante o procedimento, o tecido prostático aumentado é removido através da raspagem, melhorando significativamente o fluxo urinário e aliviando outros sintomas da HPB. Em alguns casos, a RTU de próstata pode ser tão eficaz quanto a prostatectomia radical na melhoria dos sintomas da HPB.

A RTU de próstata é um procedimento minimamente invasivo

Embora a RTU de próstata seja um procedimento cirúrgico, ele é considerado minimamente invasivo em comparação com outras opções de tratamento para a HPB. O procedimento é geralmente realizado em consultório médico sob anestesia geral ou local, e os pacientes podem retornar às suas atividades normais dentro de algumas semanas após o procedimento.

A RTU de próstata é relativamente segura

A RTU de próstata é geralmente considerada segura, com uma taxa de complicações relativamente baixa. Os efeitos colaterais mais comuns incluem sangramento, dor e dificuldade para urinar após o procedimento, mas esses efeitos colaterais geralmente desaparecem dentro de algumas semanas. A RTU de próstata também tem uma taxa baixa de complicações graves, como infecções ou lesões na bexiga ou uretra.

A RTU de próstata pode ser realizada em pacientes com próstatas muito grandes

A RTU de próstata pode ser realizada em pacientes com próstatas muito grandes, o que a torna uma opção de tratamento eficaz para pacientes com sintomas graves de HPB. Embora outros tratamentos, como a terapia com laser verde, possam ser mais adequados para próstatas maiores, a RTU de próstata ainda pode ser uma boa opção para pacientes com próstatas grandes.

A RTU de próstata oferece resultados duradouros

A RTU de próstata oferece resultados duradouros e melhora significativamente os sintomas da HPB. Estudos mostraram que a maioria dos pacientes experimenta uma melhora significativa nos sintomas da HPB após a RTU de próstata, e muitos pacientes experimentam alívio dos sintomas por muitos anos após o procedimento.

Quais são as limitações da RTU de próstata?

Embora a RTU de próstata tenha muitos benefícios, também há algumas limitações a considerar. A RTU de próstata pode estar associada a uma taxa maior de complicações em pacientes com problemas de coagulação sanguínea ou outros problemas de saúde que podem afetar a segurança do procedimento. Além disso, a RTU de próstata pode ser mais invasiva do que outras opções de tratamento para a HPB, o que pode afetar a recuperação do paciente.

Efeitos colaterais e riscos associados ao tratamento Rezum

O tratamento Rezum é geralmente considerado seguro e eficaz para o tratamento da hiperplasia prostática benigna (HPB), mas como com qualquer procedimento médico, há riscos associados ao tratamento. Aqui estão alguns dos efeitos colaterais e riscos potenciais associados ao tratamento Rezum:

Sangramento

Um dos efeitos colaterais mais comuns do tratamento Rezum é o sangramento na urina ou no sêmen. Isso é normal após o procedimento e deve desaparecer dentro de alguns dias. No entanto, em casos raros, o sangramento pode ser mais intenso e pode ser necessário acompanhamento médico.

Dor

Alguns pacientes relatam dor ou desconforto após o tratamento Rezum, especialmente durante a micção ou ejaculação. Isso é normal e deve desaparecer dentro de alguns dias ou semanas após o procedimento. Os pacientes também podem receber medicamentos para aliviar a dor e o desconforto.

Infecção

Embora seja raro, a infecção é um risco potencial associado ao tratamento Rezum. Os pacientes são monitorados quanto a sinais de infecção, como febre, dor ou inchaço, e são prescritos antibióticos para ajudar a prevenir a infecção após o procedimento.

Dificuldade urinária

Alguns pacientes podem experimentar dificuldade para urinar após o tratamento Rezum. Isso geralmente ocorre porque o tecido prostático tratado pelo procedimento está inchado e pode levar algumas semanas para diminuir. Os pacientes também podem precisar de um cateter por alguns dias após o procedimento para ajudar a drenar a urina.

Incontinência urinária

Embora seja raro, a incontinência urinária é um risco potencial associado ao tratamento Rezum. Isso pode ocorrer se o tecido prostático tratado pelo procedimento afetar a função da bexiga. Os pacientes são monitorados quanto a sinais de incontinência e podem precisar de tratamento adicional se ocorrerem sintomas.

Quem está em maior risco de efeitos colaterais graves do tratamento Rezum?

Embora o tratamento Rezum seja geralmente considerado seguro, existem alguns fatores que podem aumentar o risco de efeitos colaterais graves. Os pacientes com próstatas muito grandes podem ter um risco aumentado de complicações, assim como aqueles com histórico de infecções do trato urinário. Os pacientes também podem estar em maior risco se tiverem problemas de coagulação sanguínea ou outras condições médicas que afetem a saúde da próstata.

Rezum vs RTU de próstata: comparação em termos de riscos e efeitos colaterais

Em comparação com a RTU de próstata, o tratamento Rezum é considerado menos invasivo e tem menos efeitos colaterais e riscos associados. No entanto, a RTU de próstata é um procedimento mais estabelecido e tem uma eficácia comprovada em pacientes com próstatas maiores ou com sintomas mais graves de HPB. É importante discutir as opções de tratamento com seu médico para determinar qual opção é a melhor para você e sua condição.

Em resumo, o tratamento Rezum é geralmente considerado seguro e eficaz para o tratamento da HPB, mas há riscos associados ao tratamento, como sangramento, dor e infecção. No entanto, esses efeitos colaterais são geralmente temporários e desaparecem dentro de algumas semanas após o procedimento. Em comparação com a RTU de próstata, o tratamento Rezum é menos invasivo e tem menos efeitos colaterais e riscos associados, mas pode não ser tão eficaz em pacientes com próstatas maiores ou sintomas mais graves de HPB. É importante discutir as opções de tratamento com seu médico para determinar qual opção é a melhor para você e sua condição.

Efeitos colaterais e riscos associados à RTU de próstata

A ressecção transuretral da próstata (RTU de próstata) é um procedimento cirúrgico comum usado para tratar a hiperplasia prostática benigna (HPB). Como com qualquer procedimento médico, há riscos e efeitos colaterais associados à RTU de próstata. Aqui estão alguns dos efeitos colaterais e riscos potenciais associados à RTU de próstata:

Sangramento

O sangramento é um efeito colateral comum da RTU de próstata. Os pacientes podem experimentar sangramento na urina ou no sêmen por alguns dias após o procedimento. Em casos raros, o sangramento pode ser mais intenso e pode ser necessário acompanhamento médico.

Infecção

A infecção é outro risco potencial associado à RTU de próstata. Os pacientes são prescritos antibióticos após o procedimento para ajudar a prevenir a infecção, mas ainda assim é possível que ocorra. Os pacientes são monitorados quanto a sinais de infecção, como febre, dor ou inchaço.

Incontinência urinária

A incontinência urinária é um efeito colateral raro, mas potencialmente grave, da RTU de próstata. Isso pode ocorrer se o músculo esfincteriano, que controla a saída de urina da bexiga, for danificado durante o procedimento. Os pacientes são monitorados quanto a sinais de incontinência e podem precisar de tratamento adicional se ocorrerem sintomas.

Disfunção erétil

Embora seja raro, a disfunção erétil é um efeito colateral potencial associado à RTU de próstata. Isso pode ocorrer se os nervos que controlam a ereção forem danificados durante o procedimento. Os pacientes são monitorados quanto a sinais de disfunção erétil e podem precisar de tratamento adicional se ocorrerem sintomas.

Problemas com a ejaculação

A RTU de próstata pode afetar a ejaculação, causando uma diminuição no volume de sêmen ou dificuldade para ejacular. Isso é geralmente temporário e deve melhorar dentro de algumas semanas após o procedimento.

Retenção urinária aguda

Em casos raros, a RTU de próstata pode causar retenção urinária aguda, o que significa que o paciente é incapaz de urinar. Isso pode ser tratado com um cateter temporário, mas pode ser um risco grave para a saúde do paciente.

Quem está em maior risco de efeitos colaterais graves da RTU de próstata?

Os pacientes com próstatas muito grandes podem ter um risco aumentado de complicações durante a RTU de próstata. Além disso, os pacientes com histórico de infecções do trato urinário ou problemas de coagulação sanguínea também podem estar em maior risco de complicações. É importante discutir as opções de tratamento com seu médico para determinar qual opção é a melhor para você e sua condição.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Categorias
urologista

Dr. Petronio Melo

CRM-SP 157.598 – RQE 70.725

  • Doutorado pela Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo (USP)
  • Certificação em Cirurgia Robótica pela Intuitive Surgical
  • Membro da American Urological Association (AUA)
  • Membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU)

DÚVIDAS?

Categorias
urologista

Dr. Petronio Melo

CRM-SP 157.598

– Urologista, Andrologista e Cirurgião Robótico

– Certificação em Cirurgia Robótica pela Intuitive Surgical (Sunnyvale, Califórnia, EUA).

– Doutorado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)

DÚVIDAS?

Agende com um especialista

Se você tem sintomas relacionados com a próstata aumentada, você deve procurar um urologista de confiança para uma investigação completa. Uma das opções terapêuticas para essa paciente crescida é o sistema Rezum.

O urologista é o médico especialista em próstata, bexiga, rins, trato urinário e da saúde sexual do homem.

Dr. Petronio Melo é especialista em Urologia, Andrologia e Cirurgia Robótica e realiza atendimento presencial em seu consultório na Vila Mariana em São Paulo – SP, além de atendimento por telemedicina para todo o Brasil. Agende uma consulta com o Dr. Petronio Melo para esclarecimento de todas as suas dúvidas a respeito do sistema Rezum.

Atendimento com Urologista

Entre em contato e agende a sua consulta 

São Paulo - SP

R. Domingos de Morais, 2187, Bloco Paris – conj. 210
Vila Mariana, CEP 04035-000

Atendimento online

Horário de atendimento: 08:00 às 20:00
consultorio urologia vila mariana

São Paulo, SP

Consulta presencial

favicon petronio melo

Telemedicina

Consulta online