Blog Urologia - Dr. Petronio Melo

Remédio para Ejaculação Precoce: Tratamentos e Soluções para Retardar a Ejaculação

premature ejaculation medication

Introdução

 

Entendendo a ejaculação precoce

A ejaculação precoce é um problema comum entre os homens, afetando aproximadamente 20% a 30% da população masculina em algum momento da vida. Essa disfunção sexual é caracterizada pela incapacidade de controlar ou retardar a ejaculação durante o ato sexual, resultando em insatisfação pessoal e conjugal.

 

A importância da busca por ajuda médica

Embora seja um problema comum, muitos homens hesitam em procurar ajuda médica para tratar a ejaculação precoce, seja por vergonha ou por acreditar que não há solução. No entanto, é fundamental buscar orientação profissional, pois a ejaculação precoce pode ter causas subjacentes que necessitam de tratamento, como problemas de saúde física ou emocional. Além disso, a ejaculação precoce pode afetar negativamente a autoestima, a satisfação sexual e a qualidade dos relacionamentos.

 

O objetivo deste artigo

Este artigo tem como objetivo fornecer informações detalhadas sobre os remédios e tratamentos disponíveis para combater a ejaculação precoce, remédio para ejaculação precoce. Abordaremos as opções farmacológicas e não farmacológicas, bem como a importância de uma abordagem individualizada para o tratamento desta condição. Ao longo do texto, discutiremos a eficácia e segurança dos tratamentos, fornecendo informações valiosas para aqueles que buscam soluções para retardar a ejaculação e melhorar sua vida sexual.

Ao fornecer uma compreensão abrangente das opções de tratamento para a ejaculação precoce, esperamos encorajar os homens a procurar ajuda médica e a encontrar a solução mais adequada às suas necessidades. A informação é uma ferramenta poderosa no enfrentamento dessa condição, e nosso objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade de vida e satisfação sexual dos homens afetados pela ejaculação precoce.

No decorrer deste artigo, exploraremos os seguintes tópicos:

  1. O que é ejaculação precoce?
  2. Abordagens não farmacológicas
  3. Remédios para ejaculação precoce
  4. Quando procurar um urologista
  5. Conclusão

Com base nessas informações, esperamos que você encontre a orientação necessária para tomar decisões informadas sobre o tratamento da ejaculação precoce e que se sinta encorajado a procurar ajuda médica. Lembre-se de que a ejaculação precoce é uma condição tratável, e buscar orientação profissional é o primeiro passo para melhorar sua vida sexual e seus relacionamentos.

 

O que é ejaculação precoce?

 

Definição e critérios diagnósticos

A ejaculação precoce é uma disfunção sexual masculina na qual o homem ejacula mais rapidamente do que o desejado durante a relação sexual. Embora a definição exata possa variar, os critérios diagnósticos geralmente incluem:

  1. Ejaculação persistente ou recorrente antes, durante ou logo após a penetração com mínima estimulação sexual.
  2. Incapacidade de controlar ou retardar a ejaculação na maioria das relações sexuais.
  3. Consequências negativas pessoais, como angústia, insatisfação, frustração e/ou a evitação de intimidade sexual.

Existem dois tipos principais de ejaculação precoce: primária (ou vitalícia) e secundária (ou adquirida). A ejaculação precoce primária ocorre desde o início da atividade sexual e é mais comum em homens mais jovens. A ejaculação precoce secundária pode se desenvolver posteriormente na vida e pode estar associada a fatores físicos ou emocionais.

 

Possíveis causas e fatores de risco

As causas da ejaculação precoce podem ser complexas e variadas, envolvendo fatores biológicos, psicológicos e sociais. Algumas das possíveis causas e fatores de risco incluem:

  1. Fatores biológicos:
    • Desequilíbrios químicos no cérebro: Baixos níveis de serotonina, um neurotransmissor responsável pelo controle do humor e da excitação, podem estar relacionados à ejaculação precoce.
    • Sensibilidade aumentada no pênis: Alguns homens podem ter maior sensibilidade peniana, levando à ejaculação precoce.
    • Problemas hormonais: Desequilíbrios hormonais, como baixos níveis de testosterona, podem contribuir para a ejaculação precoce.
    • Inflamação ou infecção na próstata ou uretra: Essas condições podem aumentar o risco de desenvolver ejaculação precoce.
    • Fatores genéticos: Há evidências de que a ejaculação precoce pode ter um componente genético.
  2. Fatores psicológicos:
    • Ansiedade: A preocupação com o desempenho sexual ou a pressão para satisfazer o parceiro pode levar à ejaculação precoce.
    • Depressão: Homens com depressão podem ter maior probabilidade de experimentar ejaculação precoce.
    • Estresse: O estresse crônico ou agudo pode afetar negativamente o desempenho sexual e contribuir para a ejaculação precoce.
    • Problemas de relacionamento: Conflitos ou falta de comunicação com o parceiro podem aumentar o risco de ejaculação precoce.
    • Experiências sexuais negativas: Traumas ou experiências negativas relacionadas ao sexo podem levar a problemas de ejaculação precoce.
  3. Fatores sociais:
    • Pressão cultural ou religiosa: Algumas culturas ou crenças religiosas podem promover a ideia de que o sexo é pecaminoso ou proibido, aumentando a ansiedade e o risco de ejaculação precoce.
    • Educação sexual inadequada: A falta de informações corretas sobre sexo e desempenho sexual pode gerar expectativas irreais e ansiedade, levando à ejaculação precoce.

É importante notar que nem sempre é possível identificar uma causa específica para a ejaculação precoce, e muitos casos podem envolver uma combinação de fatores. Ao procurar ajuda médica, o urologista levará em consideração o histórico do paciente, realizará exames físicos e, se necessário, solicitará exames laboratoriais para determinar a causa subjacente e desenvolver um plano de tratamento adequado.

Ao compreender as causas e fatores de risco da ejaculação precoce, podemos abordar melhor o problema e buscar tratamentos eficazes. No decorrer deste artigo, discutiremos as diversas opções de tratamento disponíveis, desde abordagens não farmacológicas até remédios específicos para ajudar a retardar a ejaculação e melhorar a satisfação sexual.

 

Abordagens não farmacológicas

 

Técnicas de controle da ejaculação

As técnicas de controle da ejaculação são estratégias comportamentais que ajudam os homens a aprender a controlar e retardar a ejaculação. Algumas das técnicas mais comuns incluem:

  1. Técnica do “start-stop”: Esta técnica envolve interromper a estimulação sexual logo antes de sentir que está prestes a ejacular e retomar a atividade após o desaparecimento da sensação. Repetir esse processo várias vezes durante a relação sexual pode ajudar a aumentar o controle sobre a ejaculação.
  2. Técnica da “compressão”: Durante a relação sexual, quando sentir que está prestes a ejacular, aperte suavemente a base da glande do pênis com o polegar e os dedos indicador e médio. Essa compressão ajuda a interromper a ejaculação e pode ser repetida várias vezes até que o homem sinta que tem mais controle sobre a ejaculação.
  3. Respiração profunda e relaxamento: Aprender a controlar a respiração e a relaxar durante o ato sexual pode ajudar a reduzir a ansiedade e a tensão associadas à ejaculação precoce.

 

Terapia sexual e psicoterapia

A terapia sexual e a psicoterapia podem ser opções eficazes de tratamento para homens que sofrem de ejaculação precoce, especialmente quando a causa é psicológica. Essas abordagens terapêuticas ajudam os pacientes a explorar e abordar problemas emocionais, de relacionamento ou de comunicação que podem estar contribuindo para a ejaculação precoce. Além disso, a terapia pode ajudar a melhorar a autoestima, reduzir a ansiedade e desenvolver habilidades para lidar com o estresse.

A terapia sexual, em particular, pode ser realizada individualmente ou em casal e envolve a orientação de um terapeuta especializado em questões sexuais. O terapeuta pode recomendar exercícios e técnicas específicas para melhorar o controle da ejaculação e a intimidade emocional entre o casal.

 

Exercícios de Kegel e fortalecimento do assoalho pélvico

Os exercícios de Kegel são técnicas utilizadas para fortalecer os músculos do assoalho pélvico, responsáveis pelo controle da ejaculação e da ereção. A prática regular de exercícios de Kegel pode ajudar a melhorar a resistência e o controle muscular, retardando a ejaculação e proporcionando uma vida sexual mais satisfatória.

Para realizar os exercícios de Kegel, siga estas etapas:

  1. Identifique os músculos do assoalho pélvico: Os músculos do assoalho pélvico são os mesmos músculos que você contrai para interromper o fluxo de urina. Pratique contraindo esses músculos por alguns segundos e, em seguida, relaxando-os.
  2. Realize as contrações: Contraia os músculos do assoalho pélvico por 3 a 5 segundos e, em seguida, relaxe por igual período. Repita este processo 10 a 15 vezes por sessão, pelo menos três vezes ao dia.
  3. Mantenha a técnica correta: Certifique-se de não contrair os músculos abdominais, das nádegas ou das coxas durante os exercícios de Kegel. Concentre-se apenas nos músculos do assoalho pélvico e respire normalmente.
  4. Aumente progressivamente a duração e a intensidade: Conforme ganha força e controle, aumente gradualmente a duração das contrações e o número de repetições.

Os exercícios de Kegel podem ser realizados em qualquer posição, mas é mais fácil começar deitado de costas ou sentado em uma posição confortável. Com a prática consistente, os homens podem começar a notar melhorias no controle da ejaculação dentro de algumas semanas a meses.

Em resumo, as abordagens não farmacológicas, como técnicas de controle da ejaculação, terapia sexual e psicoterapia, e exercícios de Kegel, podem ser eficazes no tratamento da ejaculação precoce. No entanto, é importante lembrar que cada caso é único e pode ser necessário combinar essas estratégias com outras opções de tratamento, como medicamentos, para alcançar os melhores resultados.

 

Remédios para ejaculação precoce

 

Anestésicos tópicos

Anestésicos tópicos, como lidocaína e prilocaína, são cremes, géis ou sprays que podem ser aplicados diretamente na pele do pênis para ajudar a reduzir a sensibilidade e retardar a ejaculação. Esses produtos funcionam anestesiando temporariamente a área aplicada, permitindo maior controle sobre a ejaculação.

É importante seguir as instruções do fabricante para a aplicação correta e a quantidade adequada de produto. Além disso, é recomendado usar preservativo para evitar a transferência do anestésico para o parceiro(a) durante a relação sexual.

 

Inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS)

Os inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS) são uma classe de medicamentos antidepressivos que têm sido eficazes no tratamento da ejaculação precoce. Alguns dos ISRS mais comuns incluem fluoxetina, paroxetina, sertralina e dapoxetina.

Esses medicamentos agem aumentando a quantidade de serotonina, um neurotransmissor, no cérebro, o que pode ajudar a retardar a ejaculação. Os ISRS geralmente são tomados diariamente, mas a dapoxetina pode ser tomada conforme necessário, algumas horas antes da relação sexual.

Embora os ISRS sejam geralmente seguros, eles podem causar efeitos colaterais, como náusea, sonolência, tontura e diminuição do desejo sexual. É importante consultar um médico antes de iniciar o uso de ISRS para tratar a ejaculação precoce, pois esses medicamentos podem interagir com outros remédios e causar complicações.

 

Outros medicamentos off-label

Além dos anestésicos tópicos e dos ISRS, outros medicamentos têm sido utilizados off-label para tratar a ejaculação precoce. Esses incluem:

  1. Antidepressivos tricíclicos: Como os ISRS, os antidepressivos tricíclicos, como a clomipramina, podem ajudar a retardar a ejaculação, aumentando a quantidade de serotonina no cérebro. No entanto, os tricíclicos têm maior probabilidade de causar efeitos colaterais e geralmente são reservados para casos em que os ISRS não são eficazes ou não são bem tolerados.
  2. Inibidores da PDE5: Medicamentos como o sildenafil (Viagra), tadalafila (Cialis) e vardenafil (Levitra) são usados principalmente para tratar a disfunção erétil, mas também podem ser úteis para alguns homens com ejaculação precoce. Esses medicamentos funcionam melhorando o fluxo sanguíneo para o pênis, o que pode ajudar a prolongar a duração da ereção e atrasar a ejaculação.

 

Considerações sobre eficácia, segurança e efeitos colaterais

Ao escolher um remédio para tratar a ejaculação precoce, é importante considerar a eficácia, a segurança e os potenciais efeitos colaterais do medicamento. A resposta ao tratamento pode variar entre indivíduos, e o que funciona para uma pessoa pode não ser eficaz para outra. Portanto, pode ser necessário experimentar diferentes opções de tratamento para encontrar a abordagem mais adequada para cada caso.

Além disso, é crucial consultar um médico antes de iniciar qualquer tratamento farmacológico, pois ele pode avaliar o histórico médico, as condições de saúde e os medicamentos em uso, a fim de determinar a melhor opção de tratamento e prevenir possíveis interações medicamentosas ou efeitos colaterais indesejados.

Os efeitos colaterais dos medicamentos para ejaculação precoce podem variar e incluem reações alérgicas, irritação na pele, tontura, náusea, sonolência, dores de cabeça, diminuição do desejo sexual e outros. Se ocorrerem efeitos colaterais graves ou persistentes, é importante entrar em contato com o médico imediatamente.

Em resumo, existem várias opções de remédios para tratar a ejaculação precoce, incluindo anestésicos tópicos, ISRS e outros medicamentos off-label. Cada opção tem suas vantagens e desvantagens, e a escolha do tratamento mais adequado deve ser baseada na avaliação médica e na discussão das expectativas e preocupações individuais.

 

Quando procurar um urologista

 

Sinais de que a ejaculação precoce está afetando a qualidade de vida e relacionamentos

A ejaculação precoce pode ser uma condição incômoda e frustrante para muitos homens, e em alguns casos, pode afetar significativamente a qualidade de vida e os relacionamentos. Alguns sinais de que a ejaculação precoce está causando impacto negativo incluem:

  1. Insatisfação sexual: Se a ejaculação precoce está constantemente impedindo você ou seu parceiro(a) de desfrutar das relações sexuais, pode ser o momento de buscar ajuda médica.
  2. Estresse e ansiedade: A preocupação e o estresse constantes em relação ao desempenho sexual podem aumentar a ansiedade e agravar ainda mais a ejaculação precoce.
  3. Evitar a intimidade: Se a ejaculação precoce faz com que você evite situações íntimas ou tenha dificuldade em manter relacionamentos, isso pode ser um sinal de que é hora de consultar um urologista.
  4. Baixa autoestima: A ejaculação precoce pode afetar a autoestima e a confiança, levando a sentimentos de inadequação ou vergonha.

 

Importância da avaliação médica e abordagem personalizada do tratamento

Procurar a orientação de um urologista é essencial para abordar adequadamente a ejaculação precoce e garantir a melhor abordagem de tratamento. Durante a consulta, o médico avaliará seu histórico médico, sintomas, possíveis causas subjacentes e discutirá suas preocupações e expectativas em relação ao tratamento. Essa avaliação permitirá que o médico elabore um plano de tratamento personalizado, levando em consideração as necessidades e objetivos específicos de cada paciente.

A avaliação médica também é importante para descartar ou tratar possíveis condições médicas subjacentes que possam estar contribuindo para a ejaculação precoce. Além disso, o urologista pode fornecer informações e orientações sobre estratégias não farmacológicas, como técnicas de controle da ejaculação e terapia sexual, bem como aconselhar sobre o uso adequado e seguro de medicamentos, se necessário.

Em resumo, é importante procurar um urologista quando a ejaculação precoce estiver afetando negativamente a qualidade de vida e os relacionamentos. A avaliação médica e uma abordagem personalizada do tratamento são fundamentais para garantir os melhores resultados e melhorar a satisfação sexual e o bem-estar emocional.

 

Conclusão

 

Reafirmar a importância de abordar o problema da ejaculação precoce e buscar tratamento adequado

A ejaculação precoce é um problema comum entre os homens e pode ter um impacto significativo na qualidade de vida e nos relacionamentos. Abordar essa questão e buscar tratamento adequado é crucial para melhorar a satisfação sexual e o bem-estar emocional. Felizmente, existem várias opções de tratamento disponíveis, incluindo abordagens não farmacológicas e medicamentos. Cada indivíduo é único, e o melhor tratamento para a ejaculação precoce varia de pessoa para pessoa. É importante lembrar que a ajuda médica é fundamental para determinar a melhor opção de tratamento e garantir a utilização segura e eficaz dos medicamentos.

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Categorias
urologista

Dr. Petronio Melo

CRM-SP 157.598 – RQE 70.725

  • Doutorado pela Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo (USP)
  • Certificação em Cirurgia Robótica pela Intuitive Surgical
  • Membro da American Urological Association (AUA)
  • Membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU)

DÚVIDAS?

Categorias
urologista

Dr. Petronio Melo

CRM-SP 157.598

– Urologista, Andrologista e Cirurgião Robótico

– Certificação em Cirurgia Robótica pela Intuitive Surgical (Sunnyvale, Califórnia, EUA).

– Doutorado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)

DÚVIDAS?

Agende com um especialista

Throughout this article, we discuss various treatment options and solutions for premature ejaculation, from non-pharmacological approaches to specific medications. Premature ejaculation is a common condition, but it’s not something you have to deal with alone. The help of a medical professional is essential to identify the best treatment approach and ensure satisfactory results.

If you are facing difficulties with premature ejaculation and would like to obtain more information, clarify doubts and seek adequate treatment, I invite you to contact us. Our highly qualified team is ready to help you find the best solution for your needs.

Schedule an appointment at our office located at Rua Domingos de Morais, 2187, Bloco Paris – conj. 210, Vila Mariana, São Paulo, SP, Brazil, CEP 04035-000. To contact us and book your appointment, call (11) 91060-1374 or (11) 2659-4092.

Also, don’t forget to visit our website at https://www.drpetroniomelo.com.br and our GMB at https://goo.gl/maps/KgCNzjkcHbsrW3sz6 for additional information about our practice and the services we offer.

Don’t let premature ejaculation affect your quality of life and relationships. Contact us today and take the first step towards a healthier and more fulfilling sex life. We look forward to helping you achieve your goals and ensuring your long-term well-being.

Atendimento com Urologista

Entre em contato e agende a sua consulta 

São Paulo - SP

R. Domingos de Morais, 2187, Bloco Paris – conj. 210
Vila Mariana, CEP 04035-000

Atendimento online

Horário de atendimento: 08:00 às 20:00
consultorio urologia vila mariana

São Paulo, SP

Consulta presencial

favicon petronio melo

Telemedicina

Consulta online