Blog Urologia - Dr. Petronio Melo

Optilume para HPB: Revolucionando o Tratamento da Próstata Sem Cirurgia

optilume para hpb

Introdução

A jornada em busca de tratamentos eficazes e menos invasivos para a Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) tem sido longa e repleta de desafios. Tradicionalmente, opções como a medicação ou procedimentos cirúrgicos têm sido o padrão, cada um com seus respectivos benefícios e limitações. No entanto, a inovação na medicina, impulsionada pela tecnologia e pesquisa científica, tem aberto novos horizontes para tratamentos mais seguros, eficazes e com menor impacto na qualidade de vida dos pacientes. É neste contexto que o Optilume surge como um farol de esperança, prometendo revolucionar o tratamento da HPB de uma maneira nunca antes vista.

O Despertar para Uma Nova Era no Tratamento da HPB

O diagnóstico de HPB marca um ponto de virada na vida de muitos homens, acompanhado de sintomas que afetam profundamente seu bem-estar e rotina diária. A busca por soluções torna-se não apenas uma questão de alívio, mas de recuperação da liberdade e qualidade de vida. Nesse caminho, o Optilume representa mais do que uma opção de tratamento; simboliza a promessa de uma vida sem as constantes preocupações e limitações impostas pela HPB.

Inovação na Medicina: Além das Fronteiras Convencionais

A inovação médica é o coração pulsante que promove avanços significativos no cuidado e tratamento de diversas condições de saúde. No caso da HPB, a inovação se manifesta através do Optilume, um tratamento que utiliza uma tecnologia pioneira para oferecer resultados sem precedentes. Este avanço representa não apenas um salto qualitativo em termos de eficácia e segurança, mas também um novo paradigma no cuidado da saúde prostática.

A Tecnologia Optilume: Entendendo o Potencial Revolucionário

O Optilume não é apenas mais uma opção no vasto espectro de tratamentos para a HPB. Ele se destaca por sua abordagem única, combinando tecnologia avançada com um procedimento minimamente invasivo. Essa combinação não só eleva a eficácia do tratamento, mas também minimiza os riscos e o tempo de recuperação associados a procedimentos mais invasivos. O potencial do Optilume para transformar o tratamento da HPB reside não apenas na sua inovação técnica, mas também na sua capacidade de restaurar a qualidade de vida dos pacientes de uma forma até então inimaginável.

Pioneirismo e Segurança: O Compromisso do Optilume

A adoção do Optilume como método de tratamento é um testemunho do compromisso contínuo com a excelência em cuidados de saúde e inovação. A segurança do paciente é primordial, e o Optilume é um exemplo brilhante de como tecnologia avançada pode ser aplicada de maneira segura e eficaz, garantindo não só resultados impressionantes, mas também a paz de espírito para os pacientes e seus familiares.

O Futuro é Agora: A Visão de Tratamento com Optilume

O lançamento do Optilume no campo da urologia é um marco significativo, não apenas para o tratamento da HPB, mas para a medicina como um todo. Ele representa uma visão de futuro onde os tratamentos são não apenas eficazes, mas também gentis, permitindo aos pacientes uma rápida retomada de suas vidas sem os fardos dos tratamentos tradicionais. O Optilume é mais do que uma solução; é um novo começo para muitos homens ao redor do mundo, oferecendo esperança, alívio e a promessa de um futuro mais saudável e ativo.

O que é HPB?

A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) é uma condição médica que afeta uma grande parcela da população masculina, principalmente aqueles com mais de 50 anos. Caracterizada pelo aumento não canceroso da próstata, a HPB pode ter um impacto significativo na qualidade de vida do homem, afetando sua saúde urinária e, por extensão, seu bem-estar geral. Este segmento busca esclarecer o que é a HPB, explorar seus sintomas mais comuns e discutir seus efeitos na vida diária dos pacientes.

Entendendo a Próstata e a HPB

A próstata é uma glândula do tamanho de uma noz, localizada abaixo da bexiga e à frente do reto. Ela desempenha um papel crucial no sistema reprodutivo masculino, produzindo fluido que nutre e transporta o esperma. A HPB ocorre quando as células da próstata começam a se multiplicar, levando a um aumento da glândula. Esse crescimento pode pressionar a uretra e restringir o fluxo urinário, levando a diversos sintomas incômodos e, em casos severos, a complicações mais graves.

Sintomas Comuns da HPB

Os sintomas da HPB podem variar em gravidade, mas geralmente incluem:

  • Dificuldade em começar a urinar;
  • Fluxo urinário fraco ou interrompido;
  • Necessidade frequente de urinar, especialmente à noite;
  • Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga;
  • Urgência urinária repentina e incontrolável.

Estes sintomas são frequentemente agrupados sob o termo “sintomas do trato urinário inferior” (STUI), que pode causar desconforto significativo e afetar a qualidade de vida.

Impactos da HPB na Qualidade de Vida

A HPB não é apenas uma questão de desconforto físico; ela tem um impacto profundo na qualidade de vida do indivíduo. Homens que sofrem desta condição podem experienciar:

  • Interrupção do sono devido a múltiplas idas ao banheiro à noite, levando à fadiga durante o dia;
  • Ansiedade social e estresse devido à necessidade frequente de urinar;
  • Redução da produtividade no trabalho e limitações nas atividades de lazer;
  • Impacto na saúde emocional e sexual.

Diagnóstico e Importância da Detecção Precoce

O diagnóstico precoce da HPB é crucial para um tratamento eficaz e para prevenir complicações. Inclui uma combinação de avaliação clínica, histórico médico, exame físico (incluindo toque retal), e testes como o PSA (antígeno específico da próstata) e ultrassonografia. A conscientização sobre os sintomas e a busca por avaliação médica são passos importantes para o diagnóstico precoce e o manejo eficaz da condição.

Avanços no Tratamento da HPB

Com o avanço da medicina, várias opções de tratamento estão disponíveis para a HPB, variando de medicamentos a procedimentos cirúrgicos. A escolha do tratamento depende da gravidade dos sintomas, do tamanho da próstata, da presença de complicações e das preferências do paciente. É importante discutir com um especialista em urologia para determinar a melhor abordagem para cada caso individual.

Tratamentos Convencionais para HPB

A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) é uma condição que tem acompanhado o homem ao longo de sua evolução, desafiando médicos e cientistas a encontrar soluções eficazes para seu manejo. Com o avanço da medicina, diversos tratamentos convencionais foram desenvolvidos, cada um com seus próprios méritos e desvantagens. Este segmento oferece uma visão geral dessas opções, destacando não apenas como funcionam, mas também suas limitações e os efeitos colaterais que podem acompanhar o alívio dos sintomas da HPB.

Medicamentos: A Primeira Linha de Tratamento

Medicamentos geralmente representam a primeira linha de tratamento para a HPB, visando reduzir os sintomas e impedir a progressão da doença. As classes de medicamentos mais comuns incluem:

  • Inibidores da 5-alfa-redutase: Estes medicamentos, como a finasterida e a dutasterida, reduzem o tamanho da próstata ao bloquear a conversão de testosterona em di-hidrotestosterona (DHT), um hormônio que contribui para o crescimento da próstata. Embora eficazes, podem levar vários meses para mostrar resultados e podem causar efeitos colaterais como diminuição da libido e problemas de ereção.
  • Bloqueadores alfa: Medicamentos como tamsulosina e alfuzosina atuam relaxando os músculos da próstata e do colo da bexiga, aliviando os sintomas como dificuldade em urinar. Efeitos colaterais podem incluir tontura, fadiga e, ocasionalmente, ejaculação retrógrada.

Esses medicamentos podem ser eficazes para muitos pacientes, mas não estão isentos de desvantagens, incluindo a necessidade de uso contínuo e potenciais efeitos colaterais.

Procedimentos Cirúrgicos

Quando a medicação não é suficiente ou a HPB está em um estágio mais avançado, procedimentos cirúrgicos podem ser recomendados. Estes incluem:

  • Ressecção transuretral da próstata (RTUP): Um dos procedimentos mais comuns, onde o tecido prostático excessivo é removido através da uretra. Embora eficaz em aliviar os sintomas, a RTUP pode levar a complicações como sangramento, infecção, disfunção erétil e incontinência urinária.
  • Incisão transuretral da próstata (ITUP): Menos invasiva que a RTUP, é geralmente recomendada para próstatas menos aumentadas. Este procedimento envolve fazer cortes na próstata para aliviar a pressão na uretra, apresentando riscos menores de complicações.
  • Prostatectomia aberta: Em casos de próstatas significativamente aumentadas ou quando outros métodos falham, a prostatectomia aberta (remoção cirúrgica da próstata) pode ser realizada. Este é um procedimento mais invasivo, com riscos aumentados de complicações e um tempo de recuperação mais longo.

Cada um desses procedimentos tem seus próprios riscos e benefícios, e a escolha entre eles depende de vários fatores, incluindo o tamanho da próstata, a gravidade dos sintomas, a presença de outras condições médicas e as preferências do paciente.

Limitações e Efeitos Colaterais

Enquanto os tratamentos convencionais para HPB podem oferecer alívio significativo, eles vêm com uma série de limitações e potenciais efeitos colaterais. Medicamentos podem exigir uso a longo prazo com monitoramento contínuo para avaliar eficácia e segurança. Procedimentos cirúrgicos, embora possam proporcionar alívio mais imediato, carregam riscos de complicações como sangramento, infecção, e impactos na função sexual e continência urinária.

O Caminho para a Inovação

Diante dessas limitações, a busca por tratamentos alternativos e menos invasivos continua. O objetivo é encontrar opções que ofereçam eficácia comparável ou superior, com menos efeitos colaterais e recuperação mais rápida. É neste cenário que o Optilume se destaca como uma promessa revolucionária para o tratamento da HPB, combinando eficácia, segurança e uma abordagem minimamente invasiva.

O que é o Optilume e Como Funciona?

O Optilume representa um marco na evolução do tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), oferecendo uma alternativa menos invasiva que promete não só eficácia mas também uma recuperação mais rápida e menos efeitos colaterais em comparação com os métodos convencionais. Este tratamento inovador tem capturado a atenção da comunidade médica e dos pacientes por suas características únicas e benefícios significativos. Aqui, exploramos o que é o Optilume, como ele funciona e por que é considerado uma inovação no campo do tratamento da HPB.

A Tecnologia por Trás do Optilume

O Optilume é um sistema de tratamento baseado em uma tecnologia minimamente invasiva que utiliza um balão revestido com um medicamento específico e fotodinâmica para tratar a obstrução uretral causada pela HPB. Este procedimento inovador é realizado através de um cateter, que é inserido na uretra até atingir a área obstruída pela próstata aumentada.

Uma vez no local, o balão é inflado, e o medicamento revestido é ativado por uma fonte de luz controlada. Esse processo promove uma dilatação suave da uretra, reduzindo a obstrução sem remover tecido prostático. Este método de tratamento direcionado minimiza o risco de danos aos tecidos circundantes e preserva a função sexual, um avanço significativo em relação aos tratamentos tradicionais.

Como o Optilume Funciona

O procedimento com o Optilume é relativamente rápido e pode ser realizado em um ambiente ambulatorial, sem a necessidade de internação hospitalar. O princípio de funcionamento do Optilume baseia-se na aplicação precisa de terapia fotodinâmica combinada com a dilatação mecânica, oferecendo uma solução eficaz para a redução dos sintomas da HPB.

Após o procedimento, a maioria dos pacientes relata alívio significativo dos sintomas em um curto período, com uma melhoria notável na qualidade de vida. A rápida recuperação e o retorno às atividades normais são outros aspectos que diferenciam o Optilume de métodos mais invasivos.

Por Que o Optilume é Considerado Inovador

O Optilume é considerado inovador por várias razões:

  • Minimamente Invasivo: Ao contrário de cirurgias tradicionais que requerem cortes e remoção de tecido, o Optilume usa um método que preserva a integridade da próstata e da uretra.
  • Preservação da Função Sexual: Uma das maiores preocupações com os tratamentos convencionais da HPB é o impacto na função sexual. O Optilume minimiza esse risco, mantendo a qualidade de vida dos pacientes.
  • Recuperação Rápida: Pacientes tratados com Optilume geralmente experimentam uma recuperação mais rápida, permitindo-lhes retomar suas atividades diárias sem demora.
  • Eficácia a Longo Prazo: Estudos iniciais sugerem que o Optilume pode oferecer alívio duradouro dos sintomas da HPB, uma vantagem significativa sobre outras opções de tratamento que podem requerer intervenções repetidas.

Avanços Científicos e Aceitação Clínica

O desenvolvimento do Optilume é o resultado de anos de pesquisa e avanços científicos na compreensão da HPB e de seu tratamento. A aceitação crescente deste procedimento na comunidade urológica reflete a confiança em sua eficácia e segurança, baseada em evidências clínicas robustas. À medida que mais dados se tornam disponíveis, o Optilume está se estabelecendo como um padrão de cuidado para pacientes com HPB que buscam uma alternativa aos métodos tradicionais.

Benefícios do Optilume para HPB

A introdução do Optilume no tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) marcou uma virada significativa na abordagem desta condição prevalente. Seus benefícios não apenas residem na sua eficácia, mas também no impacto positivo na qualidade de vida dos pacientes, na redução dos riscos associados a tratamentos mais invasivos e na sua capacidade de oferecer soluções duradouras. Vamos explorar os principais benefícios do Optilume, apoiados por evidências científicas e relatos de pacientes.

Minimização da Invasividade e dos Efeitos Colaterais

Um dos aspectos mais revolucionários do Optilume é a sua natureza minimamente invasiva. Diferentemente dos procedimentos cirúrgicos tradicionais que podem exigir incisões, remoção de tecido e um período de recuperação mais longo, o Optilume oferece uma alternativa que minimiza o desconforto físico e reduz significativamente o tempo de recuperação.

Estudos clínicos demonstraram que pacientes tratados com Optilume experimentam menos efeitos colaterais em comparação com aqueles submetidos a tratamentos convencionais. A preservação da função sexual e a redução dos riscos de incontinência urinária são particularmente notáveis, endereçando duas das principais preocupações dos pacientes quando enfrentam o tratamento da HPB.

Eficiência e Eficácia

A eficácia do Optilume no alívio dos sintomas da HPB foi documentada em múltiplos estudos clínicos, que reportam uma melhoria significativa na qualidade de vida dos pacientes. Esses estudos destacam não apenas a redução imediata dos sintomas, mas também a durabilidade dos resultados, com muitos pacientes experimentando benefícios sustentados a longo prazo.

O sucesso do Optilume deve-se à sua abordagem direcionada, que trata efetivamente a obstrução uretral sem necessidade de remover tecido prostático. Esta precisão não apenas assegura a eficácia do tratamento, mas também contribui para a sua segurança e para a minimização de efeitos colaterais indesejados.

Recuperação Rápida e Retorno às Atividades Normais

Um dos benefícios mais valorizados do Optilume relatados por pacientes é a rápida recuperação após o procedimento. Muitos pacientes são capazes de retomar suas atividades diárias quase imediatamente, sem o período prolongado de recuperação associado à cirurgia convencional. Este retorno rápido à normalidade é um fator crucial para muitos pacientes, especialmente aqueles ativos ou que trabalham, que desejam minimizar o impacto do tratamento em suas vidas.

Redução da Necessidade de Medicamentos

Pacientes submetidos ao tratamento com Optilume frequentemente relatam uma redução ou eliminação da necessidade de medicamentos para controlar os sintomas da HPB. Este benefício é duplamente importante, pois reduz a carga financeira associada à compra contínua de medicamentos e elimina os efeitos colaterais e interações medicamentosas potenciais.

Experiências de Pacientes e Aceitação Clínica

Relatos de pacientes que receberam o tratamento Optilume são consistentemente positivos, com muitos expressando satisfação não apenas com os resultados clínicos, mas também com a experiência geral do tratamento. A aceitação clínica do Optilume tem crescido à medida que mais urologistas reconhecem seus benefícios e optam por recomendar este tratamento inovador aos seus pacientes.

Contribuição para o Avanço da Urologia

O Optilume não apenas oferece uma nova opção de tratamento para pacientes com HPB, mas também representa um avanço significativo no campo da urologia. Ao introduzir uma tecnologia que pode tratar eficazmente a HPB com mínima invasividade, o Optilume está redefinindo o padrão de cuidado e abrindo novos caminhos para a pesquisa e desenvolvimento de tratamentos futuros.

Comparação com Outros Tratamentos

A busca por uma solução eficaz para a Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) tem levado à evolução de uma variedade de tratamentos, cada um com suas próprias vantagens, limitações e indicativos específicos. O Optilume, representando a vanguarda da inovação em tratamentos minimamente invasivos, oferece benefícios distintos em comparação com métodos tradicionais. Esta seção compara o Optilume a outros tratamentos disponíveis, enfatizando suas características únicas e vantagens.

Optilume vs. Medicamentos

  • Eficácia: Enquanto os medicamentos, como os bloqueadores alfa e inibidores da 5-alfa-redutase, são eficazes em aliviar os sintomas em alguns pacientes, eles geralmente precisam ser tomados por longos períodos, às vezes indefinidamente. O Optilume, por outro lado, oferece uma solução potencialmente duradoura após um único procedimento.
  • Efeitos Colaterais: Medicamentos podem causar efeitos colaterais indesejados, como tontura, fadiga e problemas sexuais. O Optilume minimiza esses riscos, proporcionando uma opção de tratamento que preserva a função sexual e evita os efeitos colaterais associados à medicação contínua.

Optilume vs. Procedimentos Cirúrgicos

  • Invasividade: Procedimentos cirúrgicos como a Ressecção Transuretral da Próstata (RTUP) e a Prostatectomia são consideravelmente mais invasivos do que o Optilume. Estas cirurgias tradicionais requerem hospitalização e apresentam um risco maior de complicações, como sangramento, infecção e efeitos a longo prazo na função urinária e sexual.
  • Recuperação: O tempo de recuperação para cirurgias tradicionais pode ser extenso, exigindo semanas até que o paciente retorne às atividades normais. O Optilume, em contraste, permite uma recuperação muito mais rápida, com muitos pacientes retornando às suas rotinas diárias quase imediatamente.

Optilume vs. Terapias Minimamente Invasivas

  • Precisão e Eficiência: Outras terapias minimamente invasivas, como a termoterapia transuretral da próstata (TTUP) e a embolização da artéria prostática, buscam reduzir os sintomas da HPB sem a necessidade de cirurgia aberta. Embora essas opções sejam menos invasivas que as cirurgias tradicionais, elas podem não oferecer a mesma precisão ou eficácia a longo prazo que o Optilume. Além disso, alguns desses métodos ainda estão sendo avaliados quanto à sua eficácia e segurança a longo prazo.
  • Experiência do Paciente: O Optilume se destaca por seu processo de recuperação confortável e por minimizar o desconforto pós-procedimento. Pacientes que optam por terapias alternativas minimamente invasivas podem experimentar um processo de recuperação mais desconfortável ou prolongado.

Avanços e Inovação

  • Contribuição para o Campo da Urologia: O Optilume não apenas oferece uma alternativa promissora para pacientes com HPB, mas também representa um avanço significativo no campo da urologia. Sua abordagem inovadora poderá influenciar o desenvolvimento de futuras terapias e procedimentos, marcando o início de uma nova era no tratamento da saúde prostática.
  • Adoção Clínica e Aceitação do Paciente: A crescente adoção do Optilume por especialistas em urologia e a alta taxa de satisfação entre os pacientes tratados destacam sua eficácia e segurança. À medida que mais dados de estudos clínicos se tornam disponíveis, espera-se que o Optilume se estabeleça como um padrão no tratamento da HPB.

Conclusão: Uma Nova Era no Tratamento da HPB

A evolução do tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) é uma narrativa de constante inovação e busca por soluções que não apenas aliviam os sintomas, mas também melhoram a qualidade de vida dos pacientes. Neste cenário, o Optilume emerge não apenas como uma opção de tratamento, mas como um marco de progresso, indicando um futuro onde o tratamento da HPB pode ser eficaz, minimamente invasivo e com recuperação rápida.

A Importância da Inovação

  • Transformando o Tratamento da HPB: A introdução do Optilume simboliza um ponto de virada no tratamento da HPB. Pela primeira vez, os pacientes têm acesso a um procedimento que é ao mesmo tempo eficaz e minimamente invasivo, oferecendo uma alternativa real aos métodos tradicionais que muitas vezes envolvem compromissos significativos.
  • Priorizando a Qualidade de Vida: O foco na minimização da invasividade e dos efeitos colaterais reflete uma mudança paradigmática na abordagem ao tratamento da HPB. A inovação encarnada pelo Optilume não se limita à sua eficácia clínica; estende-se à preservação da qualidade de vida dos pacientes, uma consideração que é tão crítica quanto o tratamento da condição em si.

O Optilume como Avanço Significativo

  • Um Salto em Direção ao Futuro: O Optilume representa um avanço significativo na medicina urológica, oferecendo uma solução que é robustamente fundamentada em pesquisa científica e inovação tecnológica. Ele abre novas possibilidades para o tratamento da HPB, sinalizando uma era de procedimentos que são tanto eficazes quanto respeitosos para com o bem-estar geral dos pacientes.
  • Redefinindo Expectativas: A introdução do Optilume redefine o que pacientes e médicos podem esperar do tratamento da HPB. Com sua promessa de eficácia, segurança e recuperação rápida, ele estabelece um novo padrão de cuidado, incentivando uma reavaliação contínua das práticas existentes e o desenvolvimento de futuras inovações.

Olhando para o Futuro

  • Inspiração para Inovação Contínua: O sucesso do Optilume serve como um catalisador para a inovação contínua no campo da urologia e além. Ele exemplifica o impacto positivo que a pesquisa dedicada e o desenvolvimento tecnológico podem ter na vida dos pacientes, incentivando a busca por soluções ainda melhores e mais eficientes.
  • Compromisso com o Avanço da Saúde: À medida que avançamos, o compromisso com a inovação no tratamento da HPB permanece fundamental. O Optilume, com sua combinação única de eficácia, segurança e conveniência, é apenas o começo. O futuro promete ainda mais avanços, com o potencial de transformar ainda mais a abordagem ao tratamento da HPB e de outras condições urológicas.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Categorias
urologista

Dr. Petronio Melo

CRM-SP 157.598 – RQE 70.725

  • Doutorado pela Faculdade de Medicina Universidade de São Paulo (USP)
  • Certificação em Cirurgia Robótica pela Intuitive Surgical
  • Membro da American Urological Association (AUA)
  • Membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU)

DÚVIDAS?

Categorias
urologista

Dr. Petronio Melo

CRM-SP 157.598

– Urologista, Andrologista e Cirurgião Robótico

– Certificação em Cirurgia Robótica pela Intuitive Surgical (Sunnyvale, Califórnia, EUA).

– Doutorado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)

DÚVIDAS?

Agende com um especialista

Após explorar as promessas e benefícios do Optilume no tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), pode ser que você se veja refletindo sobre como essa inovação pode transformar sua vida. Se os desafios da HPB têm impactado sua qualidade de vida e se você busca uma solução que oferece eficácia com minimização de riscos e rápida recuperação, é hora de dar o próximo passo.

Estamos à disposição no consultório do Dr. Petronio Melo para responder às suas perguntas sobre o Optilume e discutir como esse tratamento pode ser adequado para suas necessidades específicas. Oferecemos uma abordagem personalizada para o cuidado da saúde prostática, garantindo que você receba as melhores opções disponíveis para o seu bem-estar.

Telefone para Contato: Para agendar uma consulta ou solicitar mais informações, não hesite em ligar para (11) 91060-1374 ou (11) 2659-4092. Nossa equipe está pronta para oferecer o suporte necessário e esclarecer qualquer dúvida que você possa ter.

Visite Nosso Consultório: Estamos localizados na Rua Domingos de Morais, 2187, conj. 210, Bloco Paris, Vila Mariana, São Paulo, SP, Brasil. Venha nos visitar para uma conversa direta sobre como podemos ajudá-lo a superar os desafios da HPB com as soluções mais avançadas disponíveis.

Se desejar mais informações antes de agendar sua consulta, convidamos você a visitar nosso site Dr. Petronio Melo. Lá, você encontrará recursos adicionais sobre o Optilume e outros tratamentos para a HPB, permitindo que você faça escolhas informadas sobre sua saúde.

Para manter-se atualizado sobre as últimas notícias e avanços no tratamento da HPB, siga-nos em nossas redes sociais:

Facebook: Dr. Petronio Melo

Instagram: @drpetroniomelo

YouTube: Dr. Petronio Melo

Através desses canais, compartilhamos insights valiosos, histórias de pacientes e novidades sobre tratamentos que podem inspirar e informar sua jornada para uma melhor saúde prostática.

Atendimento com Urologista

Entre em contato e agende a sua consulta 

São Paulo - SP

R. Domingos de Morais, 2187, Bloco Paris – conj. 210
Vila Mariana, CEP 04035-000

Atendimento online

Horário de atendimento: 08:00 às 20:00
consultorio urologia vila mariana

São Paulo, SP

Consulta presencial

favicon petronio melo

Telemedicina

Consulta online